Buscar
  • marketing02410

O CBSurf Xangri-lá Pro Surf promove a penúltima etapa do Circuito Brasileiro Profissional de 2022

Atualizado: 21 de nov.

A disputa pelos títulos masculino e feminino e a batalha por vagas para a elite do Dream Tour 2023 entra na reta final no Rio Grande do Sul

 

A cidade de Xangri-lá, no litoral norte do Rio Grande do Sul, vai receber grandes estrelas do surfe nacional na estreia do CBSurf Xangri-lá Pro Surf na próxima semana. Nas ondas da Praia de Atlântida, será realizada a quinta e penúltima etapa do Circuito Profissional da Confederação Brasileira de Surf (CBSurf). O evento promovido pela Federação Gaúcha de Surf, começa na segunda-feira e é decisivo na disputa pelos títulos brasileiros da temporada 2022 e na batalha por vagas para a nova elite da CBSurf, que vai participar do Dream Tour em 2023.

“Depois de muito trabalho e empenho da FGS, em conjunto com as associações locais, APS, ASEMUX e a comunidade do surfe gaúcho, é emocionante ver o nosso estado voltado a sediar grandes eventos do surfe nacional”, disse o presidente da Federação Gaúcha de Surf, Fernando Cunha. “Preciso fazer um agradecimento especial ao município de Xangri-lá, na pessoa do prefeito Celsinho Barbosa, que encarou os desafios de tornar possível a realização de um campeonato desde porte no litoral gaúcho, com surfistas de todo o país vindo para o Rio Grande do Sul, para competir neste evento decisivo na disputa pelos títulos brasileiros”.

O CBSurf Xangri-lá Pro Surf promove a penúltima etapa da Divisão Principal do Circuito Profissional da Confederação Brasileira de Surf (CBSurf) com patrocínio da Prefeitura Municipal de Xangri-lá e Restaurante 20 Barra 9 e apoio da Monster Energy, Cerveja Amstel, Kinet Telecom, Camerite Monitoramento, STV Seguranca, Juvesa concessionária da Fiat, Supermercados Asun. O evento é uma realização da Federação Gaúcha de Surf, junto com a Associação Atlântida Pro Surf e Associação de Surfe e Esportes de Xangri-lá. O Circuito CBSurf Pro também tem patrocínio da Dream Factory, Surfland, Silverbay, Fu-Wax, Açaí do Joca Junior, ASUN e STV 45. A competição será disputada entre os dias 14 e 20 de novembro, com transmissão ao vivo da Praia de Atlântida pelo CBSurf.org.br.

Em setembro, Xangri-lá recebeu os principais talentos da nova geração, na decisão dos títulos brasileiros das categorias de base do esporte. Alguns participantes do CBSurf Xangri-lá Pro Surf, já festejaram títulos brasileiros na Praia de Atlântida, como o paulista Ryan Kainalo campeão nas categorias Sub-16 e Sub-18, com o pernambucano Luan Ferreyra sendo vice-campeão nas duas. Tem também a catarinense Kiany Hyakutake campeã brasileira Sub-18 de 2022 e a gaúcha Alexia Monteiro, campeã na Sub-16 e vice-campeã na Sub-18.

Agora, voltam a Xangri-lá para competir com os melhores surfistas do país, na reta final da disputa pelos principais títulos brasileiros da temporada. O Circuito Profissional promovido pela nova diretoria da Confederação Brasileira de Surf, com Teco Padaratz na presidência e Paulo Moura como vice-presidente, oferece uma premiação histórica de 280.000 Reais em cada uma das seis etapas. Todas com o princípio da igualdade, com as mulheres ganhando o mesmo valor dos homens na mesma colocação.

As vitórias no CBSurf Xangri-lá Pro Surf, valem iguais 30.000 Reais para quem vencer a categoria masculina e a feminina e 10.000 pontos nos rankings. Além do importante reforço nos valores oferecidos para os surfistas em cada etapa, o campeão e a campeã brasileira de 2022, ganharão um prêmio extra de 30.000 Reais. Os títulos ficam para quem conseguir mais pontos, somando os cinco melhores resultados nas seis etapas do Circuito CBSurf Pro 2022.

LÍDERES DOS RANKINGS - A bicampeã catarinense, Tainá Hinckel, e o capixaba bicampeão brasileiro profissional, Krystian Kymerson, lideram os rankings das quatro etapas disputadas em Maceió (AL), Saquarema (RJ), Matinhos (PR) e Florianópolis (SC). O CBSurf Xangri-lá Pro Surf vai esquentar a briga pelos títulos brasileiros e outra batalha será travada na maioria das baterias, pelas vagas para o Dream Tour 2023. Os 50 primeiros colocados no ranking masculino e as 16 do feminino, vão formar a nova elite que vai passar a disputar os títulos brasileiros da temporada.

Na categoria feminina, as principais concorrentes são Tainá Hinckel e a experiente pentacampeã brasileira, Silvana Lima. A catarinense ganhou as etapas de Maceió e Matinhos e a cearense venceu as de Saquarema e Florianópolis. Silvana não foi competir no Paraná e está em terceiro lugar no ranking com 23.600 pontos, contra 33.000 da líder, Tainá. Entre elas, com 24.700, está a carioca Julia Duarte, vice-campeã nas finais de Matinhos e Floripa.

A disputa do título masculino está mais dividida. O capixaba Krystian Kymerson lidera com 18.900 pontos, seguido de perto pelo baiano Yage Araujo com 17.700 e o potiguar Alan Jhones com 16.200. Dos três, só o Krystian tem vitória, na etapa de Matinhos. O Circuito CBSurf Pro 2022 começou com o potiguar Mateus Sena ganhando em Maceió, mas não foi na do Paraná e está em sétimo no ranking. As outras duas foram vencidas por Lucas Chumbo Chianca na casa dele em Saquarema e Lucas Silveira em Floripa. Eles só participaram da etapa que venceram.

Mais informações, notícias, fotos, vídeos, resultados e rankings no www.cbsurf.org.br.

 

Assessoria de Imprensa do CBSurf Xangri-lá Pro

João Carvalho – JBC Notícias e Assessoria

(48) 999-882-986 – jbcsurfnews@hotmail.com

 

RANKINGS DO CIRCUITO BRASILEIRO CBSURF PRO:

TOP-10 DO RANKING MASCULINO - 4 etapas:

01: Krystian Kymerson (ES) - 18.900 pontos

02: Yage Araujo (BA) - 17.700

03: Alan Jhones (RN) - 16.200

04: Marcos Correa (SP) - 14.100

05: Hizunomê Bettero (SP) - 13.300

06: Peterson Crisanto (PR) - 13.100

07: Mateus Sena (RN) - 12.800

08: Ian Gouveia (PE) - 12.200

09: Samuel Igo (PB) - 12.000

10: Messias Felix (CE) - 11.400

TOP-10 DO RANKING FEMININO - 4 etapas:

01: Tainá Hinckel (SC) - 33.000 pontos

02: Julia Duarte (RJ) - 24.700

03: Silvana Lima (CE) - 23.600

04: Julia Santos (SP) - 18.900

05: Mariana Areno (RJ) - 18.500

06: Yanca Costa (RJ) - 18.400

07: Larissa dos Santos (CE) - 17.200

08: Taís Almeida (RJ) - 15.000

09: Kemily Sampaio (SP) - 14.200

10: Monik Santos (PE) - 14.100


25 visualizações0 comentário